FLORAIS DE BACH - UMA VISÃO GERAL





"Devemos ter em nossos corações alegria e gratidão para com o Grande Criador de todas as coisas que, em seu amor por nós, colocou nos campos as plantas necessárias à nossa cura."



~ Dr. Edward Bach






Quem foi Edward Bach


Graças a Edward Bach temos o privilégio de conhecer um sistema de cura simples e eficaz, de fácil acesso, possibilitando a todos nós nos curarmos e aos outros também.






Edward Bach nasceu, no dia 24 de setembro de 1886, em Moseley, perto de Birmingham, na Inglaterra. Possuía desde criança um amor especial pela natureza, era muito intuitivo, amável, porém sua constituição física era delicada.






Em 1912, se qualifica no University College Hospital, em Londres, onde, em 1913, se torna médico graduado em acidentados.






No ano de 1917, Bach é operado às pressas de um tumor maligno no baço. Foi informado de que teria apenas três meses de vida, porém, não se deixou abater. Acreditava que, quando se tem um objetivo forte na vida, nada pode nos convalescer, quando a dedicação a este objetivo é grande e cheia de vontade.






A cura começa a fazer parte de sua vida. Foi assim que Bach se recuperou; se dedicando de corpo e alma a suas pesquisas.






De 1918 a 1922, ele trabalhou como patologista e bacteriologista no London Homeopathic Hospital, onde tomou conhecimento da obra de Samuel Hahnemann, o fundador da homeopatia.






Ao invés de realizar exames bacteriológicos para determinar qual vacina utilizar, ele analisava as condições emocionais do paciente e assim decidia a vacina , obtendo excelentes resultados de acordo com a atitude emocional de cada personalidade.






Era um renomado bacteriologista, mas estava insatisfeito com a medicina ortodoxa, pois esta não tratava das causas das doenças e sim dos sintomas. Bach também buscava um meio de substituir suas vacinas, as quais utilizavam bactérias, por um método mais natural, suave e puro, talvez através de plantas.






Em 1928, finalmente teve um “insight”. Observando os convidados de um jantar comemorativo, compreendeu que eles se encaixavam em vários grupos de tipos (de personalidade) distintos. Então ele chegou à conclusão de que cada grupo de tipos reagiria à doença de uma forma distinta. Ele visitou o País de Gales e trouxe consigo duas plantas: Mimulus e Impatiens.






Ele as preparou da mesma forma como havia preparado as vacinas orais (forma homeopática) e as prescreveu segundo a personalidade de seus pacientes, obtendo resultados satisfatórios imediatos. Mais tarde, ainda naquele mesmo ano, adicionou Clematis. Com estes três florais de Bach estava à beira de desenvolver um sistema de medicina totalmente novo.






Escreveu, em 1930, “Cura-te a ti mesmo“, que foi publicado em 1931 e continua sendo publicado desde então. Bach tratava com sucesso e gratuitamente seus pacientes. Em 1934, mudou-se para Mount Vernon, uma pequena casa em Oxfordshire, Sotwell, onde continua sendo o Dr. Edward Bach Centre.






Bach se tornava cada dia mais sensível e intuitivo, a tal ponto que só de colocar uma pétala de flor na língua, já sabia para que servia, pois sentia imediatamente as propriedades curativas da mesma. Foi assim que descobriu suas 38 essências e criou também o rescue.






Não cobrava por suas consultas e vivia de doações de colegas que acreditavam em seu trabalho e dos pacientes que, em agradecimento a seus tratamentos e melhoras, o ajudavam. Bach trabalhava muito, dava conferências e treinava assistentes para dar continuidade a seu trabalho.






Em 1936, estava tranqüilo, por ter seu trabalho totalmente completo e concluído. Tinha certeza que não eram necessários outros florais de Bach. Seus 38 florais cobriam todos os aspectos da natureza humana e todos os estados mentais negativos que acompanhavam as doenças.






“A doença é apenas e tão somente corretiva. Ela não é vingativa nem cruel; mas é o meio adotado pela nossa Alma para nos mostrar os nossos erros, nos impedir de cometer erros ainda maiores, nos impedir de causar maiores danos e nos trazer de volta àquele caminho da Verdade e da Luz do qual nunca deveríamos ter nos afastado”. ~ Dr. Edward Bach














A Filosofia do Dr. Bach


Bach sempre dizia que você tem que seguir a sua vocação, ou seja, se você se sente feliz, sendo uma dona de casa, um pianista, um jogador de futebol… enfim, o que te faz feliz é realmente o que você deve fazer, independente do que qualquer pessoa pense a respeito da sua opção.






Segundo Bach, quando damos ouvido às interferências dos outros em nossas vidas, é justamente aí que surge a doença, pois não estamos seguindo a vontade da nossa alma e assim trazemos para nós um conflito interior que se manifesta em nossa saúde.






Outro fator que gera a doença em nosso organismo, é, quando agimos contra as leis da Unidade, ou seja, quando agimos com crueldade e causamos o mal para os outros.






Para Bach, a doença é resultado de um conflito que surge quando a personalidade se recusa a obedecer aos ditames da alma e há desarmonia entre o Eu Espiritual ou Superior e a personalidade inferior, que é como nos conhecemos.














Os 38 Florais do Dr. Bach


Os Florais são essências energéticas extraídas de flores, que tem como objetivo transformar estados mentais e emocionais negativos em positivos através do que Bach denominou de “lei dos opostos”, ou seja, a tristeza será substituída pela alegria, o medo pela coragem e assim por diante.






No total são 38 essências, além do Rescue, que é a combinação de cinco delas, também conhecido como o remédio para emergências. Destas 38 essências, uma única não é feita através de flores, e sim da água de uma fonte pura, curativa e especial chamada Rock Water.






Os florais tratam o indivíduo e não a doença ou sintomas da doença. Eles têm atuação na condição emocional da pessoa afetada, por isso duas pessoas com a mesma doença podem utilizar florais diferentes.






“Devido às suas vibrações elevadas, certas flores, árvores e arbustos silvestres têm o poder de elevar nossas vibrações humanas e abrir os canais para ouvirmos as mensagens do nosso Eu Espiritual, inundar nossa natureza com a virtude específica de que precisamos e remover de nós a falha que está causando o sofrimento.






Elas são capazes, tal como uma bela musica ou algo gloriosamente enaltecedor que nos dá inspiração, de elevar nossa natureza e nos aproximar de nossa Alma; com isso, nos trazem a paz e aliviam nossos sofrimentos. Elas curam, não atacando a doença, mas inundando o nosso corpo com as belas vibrações do nosso Eu Superior, em cuja presença a enfermidade se dissolve como neve ao sol”. ~ Dr. Edward Bach.






Os 7 grupos dos florais


Bach criou 38 remédios florais e os dividiu em sete grupos:






1.Para o medo


2.Para a indecisão


3.Para a falta de interesse pelas circunstâncias atuais


4.Para a Solidão


5.Para o excesso de sensibilidade a influências e opiniões


6.Para o desalento ou desespero


7.Para a preocupação excessiva com o bem estar dos outros.


Para o medo






Rock Rose


Rock Rose – terror e pânico, medo ao extremo, paralisante.


O floral tranqüiliza e fortalece os nervos, traz coragem, bravura e ação com coragem.






Mimulus – medo de coisas conhecidas e timidez.


O floral traz autoconfiança, vontade de aceitar desafios, correr riscos e coragem.






Cherry Plum – medo de perder o controle, de fazer coisas terríveis. Chega a ser desesperador.


O floral Cherry Plum traz coragem, calma e tranqüilidade, torna a pessoa capaz de manter a sanidade, apesar de torturas físicas ou mentais; por exemplo, um prisioneiro de guerra, uma vítima de seqüestro.






Aspen – medos de coisas desconhecidas, ansiedade inexplicada, apreensão.


Este floral traz grande coragem para acalmar o medo e confiança para vivenciar experiências e aventuras.






Red Chestnut – preocupação excessiva e medo com o que pode acontecer com as outras pessoas.


O floral traz confiança nos outros, calma em qualquer emergência e capacidade para cuidar dos outros sem ansiedade e enviar pensamentos de coragem e proteção para os mesmos.














Para a Indecisão






Cerato


Cerato – falta de confiança em si mesmo, sempre pedindo confirmação dos outros para suas decisões.


Indicado para pessoas que não confiam na própria opinião, por isso estão sempre pedindo confirmação e a opinião dos outros. Sua tendência é imitar os outros.






Scleranthus – indecisão, tem dificuldade para se decidir entre duas coisas. Instável.


O floral é ótimo para todos os tipos de tremores e também para pessoas que sentem dores que “andam” pelo corpo. Este remédio traz determinação, segurança para tomar decisões, espontaneidade e atitudes equilibradas.






Gentian – desânimo, pessimismo, depressão por causa conhecida. (floral da fé).


O floral traz Fé, confiança, otimismo, perseverança e a convicção de que será bem sucedido.






Gorse – falta total de esperança, desistiu de lutar.


O floral traz esperança e otimismo e perseverança, apesar das derrotas.






Hornbeam – preguiça pela manhã, sensação de “Segunda-feira de manhã”. Para pessoas com cansaço e desinteresse por suas tarefas, apesar de as cumprirem perfeitamente.


O floral traz confiança em sua capacidade de lutar, vitalidade, perseverança e resistência.






Wild Oat - Incerteza sobre a carreira a seguir. Falta de propósito na vida.


O floral traz otimismo, determinação, capacidade de dar o primeiro passo e pode ajudar também na escolha de uma carreira, pois torna claros os talentos e ambições, dando direção à pessoa.














Para falta de interesse pelas circunstâncias atuais






Clematis


Clematis – para os sonhadores, sempre pensando no futuro, sem estarem presentes no momento. Não prestam atenção no que se passa ao redor.


O floral pode ser usado em casos de desmaios, quando a pessoa está inconsciente. Esta essência traz confiança em relação ao futuro, deixa a pessoa alerta e interessada pelas coisas. Traz a pessoa para a Terra, ou seja, deixa-a com “os pés no chão”.






Honeysuckle – vivem pensando no passado, saudosos e com recordações vivas.


O floral traz aceitação e compreensão do passado, perseverança e contentamento.






Wild Rose – apatia, resignação, entregam-se sem lutar, conformados e acomodados.


O floral traz interesse pela vida, energia vital e forças para participar ativamente da vida.






Olive – falta de energia, esgotamento mental e físico.


O floral traz paz de espírito, confiança que a vida providenciará a força necessária, energia física e psíquica, além de regenerar a vitalidade.






White Chestnut – tortura mental devido a pensamentos indesejados e persistentes.


O floral traz calma e clareza mental, a pessoa passa a não se preocupar à toa.






Mustard – melancolia, depressão e tristezas cíclicas, que vão e voltam sem motivo.


O floral traz serenidade interior, alegria serena, estabilidade e paz inabalável.






Chestnut Bud – pessoas que vivem cometendo sempre os mesmos erros, não conseguem aprender com eles. Falta de observação.


O floral traz paciência, calma e capacidade de aprender e utilizar experiências passadas.














Para a solidão






Water Violet


Water Violet – reservados, sérios, auto-suficientes, não interferem nos assuntos dos outros.


O floral traz a capacidade de servir aos outros, serenidade e gentileza.






Impatiens – impaciência, intolerância, irritabilidade.


O floral traz capacidade de cooperação, paciência e calma mental, relaxamento e tolerância.






Heather - não quer ficar sozinho, não sabe ouvir, egocêntrico e carente.


O floral traz atenção e cuidado com os outros, autodisciplina e altruísmo.














Para excesso de sensibilidade a influências e opiniões






Agrimony


Agrimony – para os que sofrem de tortura interior, fingindo alegria exterior.


O floral traz paz, tranqüilidade e otimismo, possibilitando que esta pessoa compartilhe seus problemas com honestidade para consigo mesma e para com os outros.






Centaury – não sabem dizer não, são explorados e deixam se explorar pelos outros, “capachos”.


Centaury traz para pessoas desse tipo força de vontade e discernimento para saber quando servir.






Walnut – floral de proteção frente a mudanças e influências externas.


O floral acaba com as situações de dependência e de medo às mudanças. Favorece a independência e o desejo de autonomia, dá habilidade e determinação para adaptar-se a mudanças quando necessário. Ajuda no tratamento de dependências como álcool, drogas, cigarros, etc. Protege e deixa a pessoa imune à inveja, “mau-olhado” e mau humor dos outros.






Holly – ódio, inveja, ciúmes, desconfiança, raiva.


O floral Holly é um verdadeiro antídoto para o ódio.Traz relaxamento, compreensão, generosidade, tolerância, amor e perdão.














Para o desalento ou desespero:






Larch


Larch – sentimento de inferioridade, baixa auto-estima, falta de autoconfiança.


O floral traz confiança nas habilidades pessoais e disposição para tentar.






Pine – auto-reprovação, sentimento de culpa, culpa-se pelos erros dos outros, sempre pedindo desculpas.


O floral traz reconhecimento do valor próprio, liberação da sensação de culpa pelo erro dos outros e julgamento sadio.






Elm – sobrecarregado pelo excesso de responsabilidades e obrigações.


O floral traz determinação para cumprir suas obrigações, autoconfiança e reconhecimento de suas habilidades pessoais.






Sweet Chestnut – sentimento de desespero e angústia extrema.


O floral traz perseverança e determinação apesar do sofrimento, bem estar, alívio e a sensação de que não se está só.






Star of Bethlehem – tranqüiliza situações traumáticas e de choques, consola e protege.


É o floral que consola dores, tristezas e sofrimentos. Traz calma, força mental, emocional e física.






Willow – ressentimento, mágoa, rancor, amargura, não consegue aceitar adversidades.


O floral traz perdão e reconhecimento dos erros cometidos, senso de humor e otimismo.






Oak - nunca desiste de lutar, não relaxa e não descansa, mesmo cansado, grande sentimento de dever.


O floral faz com que essas pessoas comecem a perceber quando estão cansadas e se permitem descansar.






Crab Apple – floral de limpeza, para aqueles que se sentem impuros, com mania excessiva de limpeza, preocupados com aparência e que condenam a si mesmos, perfeccionistas.


O floral traz reconhecimento da beleza interior de tudo e discernimento. É o remédio que limpa a mente e o corpo. Combate a poluição e a contaminação. Para uso interno e externo.














Para a preocupação excessiva com o bem-estar dos outros






Chicory


Chicory – pessoas controladoras, cobram atenção dos outros, possessivos, ciumentos e com muito apego.


O floral traz altruísmo, amor incondicional e reconhecimento do direito dos outros à independência.






Vervain – tenso, muito eufórico, entusiasmado, quer convencer os outros a fazer sua vontade, fanático.


O floral traz autodomínio, compreensão com tolerância e ação com consideração. Traz também capacidade para relaxar e disposição para ouvir.






Vine – têm necessidade de dominar, tirano, ditador, inflexível e até mesmo cruel.


O floral traz flexibilidade, liderança sábia e compreensiva e compaixão.






Beech – intolerante, crítico e autocrítico, julga os outros mas não aceita ser julgado, normalmente range os dentes.


O floral Beech ajuda os que são desta natureza a pôr-se por um momento no lugar do outro, traz tolerância, aceitação das diferenças nos outros e desejo de ajudar.






Rock Water – rígidos, exigentes consigo mesmos, perfeccionistas, inflexíveis, desejo de serem tomados como exemplo.


O floral traz relaxamento, idealismo com flexibilidade, vontade e capacidade de desfrutar a vida em cooperação com os outros.






Rescue


Para resgatar e restabelecer o equilíbrio. É a combinação de cinco essências florais: Impatiens, Clematis, Cherry Plum, Star of Bethlehem e Rock Rose. Foi feito para ser usado em emergências.






É indicado para quando se recebe notícias ruins como morte, quando se tem um aborrecimento, quando se está com medo, pânico ou confuso. O Rescue faz com que sua atitude mental, fique mais equilibrada e tranquila.






Pode ser utilizado também antes de se fazer uma entrevista, antes de provas, quando você for se apresentar perante uma multidão, antes de fazer uma cirurgia ou ir ao dentista, pois reduz o medo e o nervosismo.






Quando se está tenso, nervoso, ou quando a mente não se tranqüiliza, antes de dormir ele é muito eficaz.






Consulte essa Tabela de Florais da Farmácia de Manipulação Farmave














Você também pode baixar o PDF da tabela.






Um artigo sobre os efeitos centrais dos florais de Bach da Revista Brasileira de Farmacognosia diz que:






Os Florais de Bach são considerados como instrumentos de cura suaves, sutis, profundos, vibracionais, com uso reconhecido em mais de 50 países e aprovados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) desde 1956 (Mantle, 1997). Os florais, como um instrumento de trabalho terapêutico, devem ser entendidos também como expressão de uma forma de pensar, sentir e atuar na vida em geral.






O médico especializado em medicina complementar Alex Botsaris no artigo Florais de Bach realmente funcionam? afirma que:






Hoje em dia é possível encontrar tratamento com florais de Bach em quase todos países desenvolvidos no mundo. Existem profissionais, sociedades e produção de essências florais com alta qualidade. Vários grupos de profissionais têm contribuído para a descoberta de novos florais. O vácuo que ainda existe, é que a pesquisa de como funcionam os florais é muito incipiente. Mesmo que já se conheça muito sobre os óleos essenciais das flores, como eles atuam através da terapia floral ainda é um mistério, o que dificulta a aceitação dessa terapia no meio médico.






Por isso, é importante destacar que nunca se deve aconselhar um paciente a abandonar ou interromper qualquer tratamento médico. Os Florais de Bach podem ser utilizados como tratamento coadjuvante, não são substitutos para tratamentos da medicina tradicional.














Referências:


Instituto Ahau


Revista Brasileira de Farmacognosia – Evaluation of central effects of Bach Flowers Remedies in mice using specific pharmacological models


Vya Estelar – Medicina Complementar






Para saber mais:






Instituto Bach


Instituto Ahau: Como são preparados os florais de Bach?


Perguntas Frequentes – Portal São Francisco Qual a diferença entre os florais de Bach e os outros florais?


Correspondência entre Florais de Bach e Florais de Minas


Teste Interativo: Florais -STUM


Como ultilizar os florais – Florais Bach (terapia floral)


Florais de Bach podem tratar conflitos emocionais infantis – MdeMulher


Medicina alternativa – Superinteressante (o que a ciência tem a dizer)


Fonte:http://www.vidaplenaebemestar.com.br/


Postagens mais visitadas deste blog

PROGRAMAÇÃO DA REUNIÃO DO DIA 02 DE JUNHO 2015,TERÇA FEIRA,ÀS 19:30 HORAS,DA FRATERNIDADE INTERNACIONAL ECUMÊNICA LUZ AZUL DE GAIA - FIEL - EM BELO HORIZONTE-MINAS GERAIS